quinta-feira, 14 de abril de 2016

Reflexão




Só eu sei o quanto doeu aquilo, aquele pé na bunda de uma pessoa que eu jurava ser a mulher da minha vida. Para falar a verdade, só eu sei o quanto isso dói. É uma dor insuportável. Sinto uma raiva até hoje. E não é somente pelo fato de ela ter me descartado, mas foi por outras coisas. A ingrata me esculachou, falou mal de mim por aí. Disse mil e uma coisas que só me faz sentir mal, muito mal mesmo. Me faz eu me sentir raivoso e descontrolado. Não, deprimido é a expressão correta. Eu me sinto deprimido. Deprimido por causa de uma idiota que nunca me amou mas me dizia, de cara limpa e lavada, que me amava, que eu era o homem da sua vida. Não estou aguentando mais essa dor, pois é horrível. Quem já teve esse tipo de decepção sabe do que estou falando. Não é dor de amor, se você quer saber. É uma dor muito pior. É amargura, raiva, tristeza, depressão, agonia, solidão, obsessão de fugir desses sentimentos ruins... tudo isso junto.

Já estou para ficar maluco, mas não a ponto de me suicidar. Quero ter uma vida melhor. Sem falar também que não trocaria minha vida por uma morte. Talvez é isso que aquela vaca da minha ex-namorada esteja querendo que eu faça: cometer suicídio. Deve ser também por isso que ela fez essa maldade contra mim, de andar falando mal de mim por aí sem respeitar os meus sentimentos. Ela queria provocar a minha morte. Queria não, quer. Porque ainda faz isso, e muito bem. Até parece uma profissional. Uma profissional que acaba com a vida dos outros. O que foi que eu fiz a ela. Nunca a magoei, nunca lhe fiz nenhum tipo de mal. Muito pelo contrário. Sempre a amei, com exceção de agora, pois sinto uma raiva tão grande...
Acabei de fazer uma pesquisa na internet. Coloquei na barra de pesquisas do Google a palavra depressão, pois é exatamente isso que sinto no momento: depressão. Não vou culpar a desgraçada da minha namorada pelo problema que provavelmente esteja sentindo. Refletindo um pouco, chego a conclusão de que desde pequeno sofro esse problema. A culpa da minha ex está no fato de ela o ter agravado. Estou em péssimas condições, principalmente depois de um teste que fiz online. Era uma espécie de teste que identificava se uma pessoa sofria ou não de depressão. O meu resultado foi que eu tinha uma depressão moderada-severa, que não era coisa muito boa. Fui recomendado a procurar ajuda, porque o correto é conversar com um médico, era o que dizia o texto do site. Estou com medo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger