sábado, 16 de abril de 2016

O convite




A minha namorada chegou ontem para mim com uma conversa meio chatinha. Queria falar sobre a Playboy, aquela revista masculina que, antigamente era muito popular e, hoje em dia, quase ninguém liga para ela, graças às redes sociais, sites e a internet em si, que transbordam diariamente milhares, milhares, mais milhares e muito milhares de milhares de milhares de fotos e vídeos de garotas nuas e seminuas.

- Amor? Porque que não há uma edição masculina da revista Playboy?- Ela me perguntou, como se eu fosse o criador e dono da revista.
- Eu não sei.
- Não, eu sei que você não sabia, só queria saber se você tinha uma ideia bem básica sobre o porque de a revista Playboy não ter uma versão masculina, do tipo homens posando nus, sabe?
- Sei, mas não tenho nenhuma ideia básica.
- Você sabe o porque que o logotipo da revista é um coelhinho?
- Não faço a menor ideia, amor.- disse eu, já achando aquela conversa uma chatice extrema.
- Você sabe quantos anos tem a revista Playboy?
- Não faço ideia.
- Ela é uma revista bem sucedida, não é?- indagou ela.
- Com certeza.- falei eu, totalmente entediado daquilo.
- As mulheres que posam para a revista devem ganhar muita grana, não é?
- Ganham sim.
- O que será que os namorados delas acham de ver suas namoradas se despindo na frente de fotógrafos marmanjões?
- Eu não sei.
- Você acha que eles, os namorados, ficariam com ciúmes?
- Não, com certeza ficariam orgulhosos, pois estariam namorando uma das mulheres mais belas do mundo.
- Ah, interessante...
- O quê?- perguntei, achando aquele tom dela muito estranho.
- Pensava que eles ficariam muito ciumentos. Você sabe quem criou a revista?
- Não sei, amor. Porque que estamos falando sobre essa revista?- perguntei eu, já nem ligando para o que ela poderia achar do meu tédio.
- Ah, recebi um convite.
- Que convite?
- A revista Playboy me convidou para posar nua.- ela disse, na maior naturalidade.
- Como é que é?
- A revista...
- Não, eu sei disso, quero saber a sua resposta.- eu disse, interrompendo ela.
- Eu aceitei.
- Porquê?
- Porque é uma bolada de grana.
- E eu? Como é que eu fico?
- Você fica feliz e muito orgulhosos, sem nenhum pingo de ciúme, é claro, afinal, não há motivo para tanto, pois você está namorando uma das mulheres mais lindas do mundo.- disse ela, com a maior naturalidade, me deixando com a cara de tacho e a boca babada de tanto espanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger