quarta-feira, 9 de março de 2016

Meu garotão é fashion




Estou ficando com um gatinho que é totalmente fashion. Não um modelo propriamente dito. É bonito, sim, mas não a ponto de ser convidado para posar em uma revista. Apesar disso, é muito estiloso. Se fosse editora de uma revista de moda masculina, com certeza chamaria ele para tirar umas fotografias. Faria questão de botar o meu gatinho na capa, pois o acho podre de chique.
Sempre fui fã de rapazes que andassem por aí com muito estilo e bom gosto. Sempre tive atração sexual por eles, confesso. Um problema, porém, era existente: o fato de todos eles, os que eu conhecia, é claro, ser gay. Queria um que fosse macho, que gostasse de meninas. Queria saber como é ficar com um garoto assim, que curte roupas descoladas. Aí chegou o grande dia.
Estava em uma festa da escola. Estava acompanhada de minhas amigas, batendo um papo. Estava muito descontraída e feliz de estar ali. E estava com muita vontade de beijar na boca. Aí ele apareceu. O ele que estou falando é o Douglas, o cara com quem estou ficando. Na hora que chegou, foi como se todo mundo tivesse parado para vê-lo; Estava um gato. Camisa regata, mas não original, na verdade era uma camisa com mangas e que, provavelmente, ele a havia cortado e, no final, tinha ficado massa, na minha opinião. Vestia também uma calça jeans, que não sei se era de marca famosa, mas tinha bastante estilo e beleza. O jeans não pareava com o corpo dele, por isso usava cinto, daqueles de couro preto e não muito largo. Percebia que o jovem não gostava muito de andar com a roupa apertada. O cinto parecia algo desnecessário ali, porque o cós da calça caia para o lado direito do rapaz, mostrando a cueca. Que cueca maneira! Parecia ser box e tinha estampa um pouco semelhante à bandeira do Reino Unido. Havia um cordão pendurado no seu pescoço. Era simples, daqueles de artesanato tribal, mas muito estiloso, combinava com ele. O par de tênis tinha tudo a ver com o gato, era marrom e de marca famosa. Usava também pulseiras, algumas no pulso da mão direita, de diversas cores e estilos(reparei que eram quatro pulseiras), e uma no braço direito, bastante grande. Para falar a verdade, aquilo não era uma pulseira, mas um bracelete, com estampa de flor (muito bonito, garotinha que se diz fã de moda, confundir pulseira com bracelete!). E, para finalizar o look, Douglas segurava em uma das mãos, a direita, para ser mais detalhista, um skate, daqueles bem legais. É bom falar um pouco do cabelo, também estiloso: comprido, mas que não passava do pescoço, loiro e um pouco cacheado.
Quando o vi, fiquei muito interessada nele. Não me parecia ser gay. Caminhava feito um homem e possuía jeito de homem. Quando entrou, foi falar com o Lucas, um dos meus amigos que gostam de mulher e ficou batendo um papo com ele. Lucas não conversaria tanto assim com um gay, disso eu tenho certeza, pois sei gosta de mulher. Tenho certeza disso porque o garoto está tendo um rolo com a Laís, minha amiga e confidente, que estava me acompanhando no dia da festa. Comecei a fofocar com ela, naquele dia:
- Quem é ele?- perguntei a Laís.
- Aquele é o Douglas, é novo na cidade- respondeu ela.
- É gay?- ainda tinha minhas dúvidas.
- Não, é muito macho.
- Tem namorada?- não conseguia esconder meu interesse.
- Solteiro.
- Solteiro!!??
- Solteiríssimo.
- Me apresenta ele, quero conhece-lo!- parecia um criança
- Não falo com ele.
- E daí, você fala com o Lucas. Está ficando com ele, esqueceu?
- É, você também fala com ele. Por que você mesma não pede o Lucas.
- Você está interessada no novato, Laís?
- Não, sua vaca. Minha buceta já tem um pretendente, você sabe muito bem disso. Ou será que esqueceu?
- Desculpe, eu sei disso. Era só um brincadeira. É porque estou com um pouco de vergonha, de chegar lá nos dois.
- Está bem, o que é que eu não faço por minha amiga.
- Valeu!!
Laís se levantou e foi até onde Lucas, o garotão com quem anda tendo um rolo, estava e falou algo no seu ouvido, depois de cumprimentar o novato. Lucas falou algumas coisas com o rapaz e, em seguida, os três vieram caminhando até onde eu estava. Lucas me apresentou para Douglas, depois inverteu e falou um pouco dele para mim. Meu futuro peguete estava na minha frente e puxou conversa. Falou que eu era uma garota linda e estilosa. Perguntou se eu gostava de moda, respondi que sim. Disse também que eu sabia me arrumar, que tinha gostado do meu look (short jeans curto, cinto, camisa marrom de manga comprida, pulseiras, cabelo solto, sandália) e que, entre outras coisas, queria me conhecer melhor. Me convidou para dar uma volta, para um lugar mais calmo. Eu aceitei o convite e o acompanhei para um outro bloco da escola, com menos tráfego de pessoas. Foi assim que iniciou o nosso rolo.

Um comentário:

  1. kkkkkkkkkkk Amei a postagem! Fã do blog hahahaha.
    Rolinho, ficas hoje em dia é o que mais tem kkkkkk.
    Beijos!
    http://garotaquerdemais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger