terça-feira, 1 de março de 2016

Feliz aniversário






- Hoje é nosso aniversário de namoro.- disse Bia para o namorado. Este não sabia o que dizer como resposta.
- Você não vai falar nada, Rafael?
- Tipo o quê?
- Bem, não sei. Era para estarmos bastante empolgados. Quer dizer, você. Eu estou muito feliz por essa data.
- Eu não sabia que você comemorava aniversário de namoro.
- Não tem problema. Agora você está sabendo. O que vai fazer?
- O que você quiser.
- Estou sem ideia.
- Não era você que estava bastante empolgada?
- Não enche!
- Está bem. Não se irrite. Hoje é uma comemoração. Que tal a gente sairmos para um passeio?
- Onde?
- Pode ser num parque.
- Seria interessante, e poderíamos fazer um lanche para saborearmos, que tal?
- Seria uma ótima ideia.
- Mas eu não tenho dinheiro, Rafael.
- Eu também não.
- O que vamos fazer, então?
Passados alguns segundos, Rafael respondeu:
- Sabe de uma coisa? Em vez de fazermos uma festinha no parque, que tal se fossemos para lá e ficássemos juntos por algumas horas, sozinhos. Poderíamos fazer amor, conheço um lugar no parque onde ninguém frequenta. Prefiro comemorar nosso aniversário curtindo e amando você, Bia. Quero ficar do seu lado o tempo todo. Quero te dizer o quanto te amo e o quanto você é importante para a minha vida. Também quero fazer de você a mulher mais feliz do mundo. Um dia ei de casar com você, pode anotar o que eu digo. É claro que não pareço ser romântico mas, no fundo, lá no fundo mesmo, sou muito romântico. Sei muito bem, e tenho certeza que você sabe disso, que poderia está com muitas gatinhas, mais bonitas do que você, mas não, estou aqui, do seu lado. Gosto muito de você, Bia. Você nem consegue compreender ou ter uma ideia do tamanho que é o meu amor. Te amo muito, espero que você saiba disso. Me considero um idiota por ter vergonha de manifestar tudo isso em público. De manifestar todo o amor que sinto por você. Mas quero muito que você saiba disso: que te amo muito, muito mesmo. Quero que você saiba que... Você está chorando, amor?

Bia estava chorando sim. É uma garota muito sensível e emotiva, além de ser muito, mas muito, romântica. O que corria pelos olhos da jovem eram lágrimas, sim, mas não eram lágrimas causadas por dor ou por outro tipo de aflição. Muito pelo contrário. Os olhos claros de Bia derramavam lágrimas de felicidade, de amor, de alegria. Havia decorrido dois anos que estavam namorando seriamente e Rafael nunca tinha demonstrado sentir isso tudo por ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger