quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

A garota virtual




Esse casal não é daquele tipo moderno que se conheceu em uma comunidade de determinada rede social, nem de outra maneira mais comum, como na escola, no trabalho ou na festa. Se conheceram por acaso e o início do relacionamento foi exatamente o mesmo. Não tinham os mesmos gostos. Susana é uma jovem daquelas bem jovens mesmo. Curte andar por aí com as amigas, à procura de um look da moda e que seja compatível com ela. Estudo não é prioridade para a vida dessa morena. Quer alguma coisa da vida, sim. Pretende estudar, se capacitar em uma boa profissão e trabalhar, recebendo um bom salário. Porém não está com tanta pressa assim. A vida, para ela, é bastante longa, ainda. Fala isso com responsabilidade e confiança, afinal, tem apenas 18 anos. Caio, com a mesma idade, é basicamente o oposto dessa garota. É aquele tipo de adolescente que todo mundo chama de nerd. É viciado em leitura, games, jornais, internet, seriados e filmes de ficção científica e heróis. Passa a maior parte do tempo fazendo isso. Garotas? Parece que não tem espaço na agenda de Caio. Ele se considera um heterossexual, mas seus amigos dizem por aí que ele não está na ativa, isto é, brincando por aí. Ele não é gay, como disse agora a pouco. Caio apenas não conheceu, ainda, uma garota que lhe chame a atenção. Ainda...

                                                                          ********
Caio se senta no computador e vasculha na internet algo de interessante e atrativo para ele. Nunca foi de acessar pornografia, mas já estava na hora dele fazer isso, certo? Pesquisou o site de busca uma lista dos melhores sites pornográficos e encontrou um bastante popular. Clicou no link e abriu-se uma nova página no monitor. O jovem gostou do que estava vendo.
Eram vários videos pornográficos. De variados tipos. Eram videos profissionais, amadores, caseiros, com meninas brincando sozinhas, outras eram com o namorado ou o amante. Ou seja, o conteúdo era grande. Seria difícil escolher um para assistir, todos ali chamaram sua atenção. Depois de muitos cliques de páginas, por fim, Caio escolheu um vídeo. A gravação continha a cena de uma garota morena, com corpo bastante sensual, tirando a roupa e dançando ao mesmo tempo. Quando estava totalmente despida, ela se sentava em uma cadeira, de frente para a câmera, e começa a se masturbar. O garoto ficava morto de excitado, vendo aquela moreninha se tocando e fazendo variados tipos de expressões faciais. Algumas mostravam que ela estava sentindo dores, mas Caio sabia muito bem que dor era essa. Ficou louco para saber quem era a jovem exibicionista da net. Nunca tinha visto ela por aí. Não sabia de onde era e quem era. No titulo do vídeo aparecia uma tal de Susana safadinha, que morava em São Paulo, mas provavelmente poderia ser um nome falso. A localização poderia ser até exata, afinal, São Paulo é uma região grande, muito grande. Mas o nome só podia ser falso, disso ele tinha certeza.
- CAIO, VEM AQUI!- gritou a mãe do Caio.
- JÁ ESTOU INDO, MAMÃE- O garoto respondeu, no mesmo instante me que se levanta para sair do quarto e ir onde sua mãe está.
Chegando lá, a mãe lhe faz um pedido:
- Caio, olha, presta bastante atenção. Eu vou sair, para comprar uma coisas no centro, só vou voltar mais tarde. Daqui a mais ou menos uma hora chegará uma visitante aqui. É a minha sobrinha e sua prima, que vem de São Paulo. O nome dela é Susana, tem a sua idade. Eu quero que você a receba e a acomode no quarto que preparei pra ela, lá nos fundos. Depois ofereça a ela alguma coisa para comer ou beber. Depois mande ela me esperar, entendeu?
- Sim, mãe- respondeu o jovem.
- Está bem. Já vou indo.
A mãe saiu, ficando Caio sozinho dentro de casa. Cerca de meia hora depois da saída de Dona Fernanda, a mãe, o garoto escutou o som da campahia tocando pela casa. Só podia ser a prima de Caio.
Depois de descer para o térreo, o rapaz sai de casa com o objetivo de ir até o portão atende-la. Ao abrir o portão, ficou totalmente atônito. Já tinha visto aquela menina em algum lugar. Este era o quarto dele, especificamente o notebook em frente ao qual estava, agora pouco, assistindo um vídeo de uma garota fazendo Strip tease na internet. Ele não sabia o que tinha de fazer naquele momento. A garota o olhou por uns segundos e, depois, começou a rir da cara dele.
- Anda, gatinho, sou sua prima. Não vai me dar um abraço?- disse a garota.
- Há, é claro, me desculpe- respondeu Caio indo, em seguida, abraçar sua prima. Ficou meio travado quando começou a abraça-la. O cheiro da garota o hipnotizava.
- Prazer, meu nome é Susana.
- Susana?- perguntou Caio, sem acreditar naquilo.
- Sim, porquê? Você acha feio?
- Não, muito pelo contrário. É porque eu tinha lido esse nome ele em outro lugar. Pensei que não existia muitas pessoas chamadas assim.
- Ah, pois existe sim, e muito, se você quer saber. Tenho três amigas com esse nome, só na minha sala de aula, quer dizer, na minha antiga sala de aula. Agora que vou morar aqui com vocês, não vou ter mais muito contato com elas.
- Morar aqui?- indagou Caio, sem saber que sua prima era a mais nova moradora da casa.
- Sim, você não sabia? Pois é verdade, vou morar aqui. Passei no vestibular da faculdade desta cidade e, para estudar aqui, é necessário morar aqui, não é?
- Sim, é verdade, desculpe. Seja bem vinda.
E foram os dois adolescentes para o interior da casa. Caio fez questão de levar a bagagem da jovem para o quarto dos fundos. Não sabia o que dizer. Seria o destino? Será que ele deveria tocar no assunto?
- Você tem computador?
- Tenho sim.
- Eu posso dar uma acessada nele rapidinho? Queria dar uma olhada no meu face, mas o meu celular está descarregado.
- Mais é claro que pode. Está lá dentro do meu quarto, que fica bem no início do corredor. A porta está aberta- disse Caio, se esquecendo que tinha deixado a página do site com o vídeo aberta no monitor.
Quando Caio percebeu a burrada que fez, já era tarde demais. Estava no quarto tirando os bregueços do guarda roupa, quando Susana chegou por trás dele e disse, de um modo sensual:
- Eu vi, garotão...
- Viu? O quê exatamente?
- O meu vídeo que você estava vendo no seu computador antes de eu chegar.
- Hã... ai que droga.
- Droga o quê? O que é que tem? Você é um homem. Tem que ver essas coisas mesmo.
- Mas era você que estava no vídeo, Susana.
- Ah, não vejo problema algum. Já fiquei com alguns primos meus. Minha amigas também.
- Eu nunca fiquei.
- Com primos?
- Nem com primas.
- Mas você ficaria com os dois tipos?
- Eu não sou gay, se você quer saber.
- Ah, tá. Assim é melhor, gato. Seria um desperdício se você gostasse da fruta que eu gosto.
Caio não sabia o que dizer naquele momento. Susana continuou tocando no assunto.
- Nunca, mesmo?- perguntou Susana, olhando para o rapaz de um modo jocoso, querendo que ele risse dela.
- Nunca- respondeu Caio, totalmente sem jeito para aquilo.
- Quer ficar comigo?
- Ficar com você?
- É, gatinho.
- Mas a gente nem se conhece direito...
- E daí? Eu gosto de conhecer um homem é na cama, um lugar ótimo para se bater um papo.
- Vem, vamos.- disse Susana, agarrando o braço de Caio e o levando ao outro quarto.
Chegando lá, ela o empurrou para a cama e ficou por cima dele. Tirou a calça jeans e a sandália, ficando só de calcinha, blusa e o sutiã. Começou a beija-lo, ao mesmo tempo em que esfregava a bunda no pau já bastante duro do rapaz, que ainda estava vestido. Caio permaneceu parado, sem saber o que fazer.
- Passa a mão na minha bunda, gostoso. Eu gosto de sentir uma mão passando na minha bunda.- disse Susana, que já estava no sentindo aquele calor.
Caio não estava acostumado com aquilo. Mas mesmo assim cumpriu as ordens da garota. E gostou de fazê-lo. Passando a mão a mão naquela bunda, o rapaz sentiu que queria fazer muito mais do que aquilo. Queria passar a mão por dentro daquela calcinha e descobrir o que se escondia ali embaixo. É impossível dizer o tamanho da felicidade que o jovem rapaz estava sentindo naquele momento. Era a primeira vez que estava aos beijos com uma garota. Apesar do nervosismo inicial, ele estava feliz, afinal, tinha acabado de dar o primeiro beijo e estava prestes a perder a virgindade com uma garota linda, gostosa e... famosinha, tudo isso em um único dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger